joomla site stats

ad valorem

Participação Cívica

A propósito de uma notícia do Brados...

A propósito desta notícia do jornal Brados do Alentejo, oferece-me dizer o seguinte:

Espero bem que o verdadeiramente condenado seja, efectivamente, o cidadão Luís Mourinha. Este meu alerta tem perfeito fundamento porquanto o nosso Presidente tem por hábito confundir a sua própria pessoa com o Município de Estremoz. De facto, se assim não for, aqueles que acabam condenados são os cidadãos de Estremoz, os quais, através do Município, pagarão a multa, as custas judiciais e ainda a indemnização à vítima de publicidade e calúnia.

 Aliás, a verdadeira multa para o cidadão Luís Mourinha ainda poderá estar para vir: se se comprovar que o Presidente da Câmara tem usado abusivamente, ou seja, de forma dolosa, a figura do patrocínio judiciário (que está legalmente garantido aos eleitos locais que agem de boa fé, na prossecução do interesse público), poderá acontecer que tenha reembolsar do seu bolso as despesas realizadas com o terceiro advogado - José Miguel Júdice - quando já tinha contratadas avenças com mais dois advogados da terra (que todos nós pagamos, uma vez mais, através do Município).

Imagem "Brados do Alentejo"

Imagem